Associações de Produtores Rurais da região recebem investimento do Governo do Estado

Associações de Produtores Rurais da região recebem investimento do Governo do Estado




Na última terça-feira, 31 de maio, Associações de Produtores Rurais da região foram beneficiadas com investimento do Governo do Estado. O evento realizado no Palácio dos Bandeirantes, contou com a presença do governador Geraldo Alckmin, que assinou os Termos de Compromisso das organizações que tiveram Proposta de Negócio aprovada na sexta Chamada Pública do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado.

Entre as associações beneficiadas, estão a Cooperativa de Produtores Rurais de Magda, cujo cadeia produtiva é de Grãos, que receberá R$ 239.160,99; a Associação dos Produtores Rurais de Turiúba, cadeia produtiva de Grãos, cujo investimento será no valor de R$ 800 mil; mesmo valor que receberá a Associação dos Produtores Rurais de Macaubal – APRUMA, também da cadeia de Grãos, mais especificamente Amendoim.

O recurso será usado pelas associações e cooperativas para colocar em prática ações que possibilitarão mais renda aos pequenos produtores e desenvolvimento à agricultura paulista. “Um grande ganho na qualidade de vida da população rural, atendendo a agricultura familiar, os pequenos agricultores, as áreas de quilombo, as áreas indígenas. Isso permite redução de custo, melhora da qualidade do produto, o que beneficia toda a população e agregação de valor, ou seja, melhora a renda do agricultor e faz isso da melhor forma, que é fortalecendo o associativismo e o cooperativismo”, comentou o governador.

“Executado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por intermédio da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), o Microbacias II possibilita que o homem do campo se desenvolva, cresça e crie novas oportunidades de acesso ao mercado, aumentando a produtividade e gerando renda. O número de Manifestações de Interesse triplicou na sexta Chamada Pública do Microbacias II, houve um crescimento de 173,77%, se comparado à última Chamada. Esse crescimento mostra que estamos no caminho certo para agir em prol da agricultura paulista, conforme orientações do governador Geraldo Alckmin”, afirma Arnaldo Jardim, secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Para o coordenador da CATI, José Carlos Rossetti, o Microbacias II é um importante apoio para que pequenos e médios produtores paulistas possam sobreviver com dignidade por meio de seu trabalho. “O Projeto está promovendo mudanças significativas nas organizações rurais, a partir do momento em que permite que os agricultores sejam gestores do próprio negócio. Essa é a grande inovação. Sem interferência de terceiros, é o produtor quem agrega valor à sua produção, planeja suas atividades, escolhe como vender e tem a liberdade de alterar o rumo de seus negócios. Esse Projeto tem grande valia para o desenvolvimento econômico e social da agricultura familiar do Estado de São Paulo e do Brasil”, disse.

Galeria de fotos